Aprenda a ser autoconfiante

Você costuma se diminuir para as pessoas? Você se sente um fracassado? Está na hora de deixar esses pensamentos de lado e acreditar mais em você.

A primeira lição que devemos aprender é a nunca nos sentirmos melhores ou piores que alguém. Certamente quem possui problemas de autoconfiança, vive uma vida cheia de receios e nunca consegue mostrar o seu melhor para as pessoas.

Você pode até achar que autoconfiança é algo que não se adquire e sim nasce com a gente.




Se você continuar com esse tipo de pensamento, estará fadado a aceitar derrotas para sempre. Está na hora de compreender que precisamos sentir confiança em nós mesmos, nas nossas habilidades e capacidades. Se você não acreditar naquilo que sabe fazer, quem vai acreditar?

Autoconfiança vs. Autoestima

Embora a autoconfiança não seja a mesma coisa que autoestima, as duas andam lado a lado. Se você não tem autoconfiança, consequentemente a sua autoestima estará afetada.

Autoconfiança é quando nos sentimos capazes de realizar nossas ações e vontades, nos aceitando do jeito que somos. Já a autoestima, envolve as nossas emoções, se somos uma pessoa negativa ou positiva sobre nós mesmos e tudo o que está a nossa volta.

Quanto mais tivermos pensamentos ruins, mais estaremos nos jogando em um abismo de desilusões e reprovações. Por exemplo, num grupo onde uma pessoa se sobressai pelo seu nível de competência social ou profissional, uma pessoa frágil pode se sentir inferior e, logo, a sua autoconfiança só piora.

Pense positivo:

Às vezes os nossos sonhos parecem estar tão fora da nossa alçada, que a única coisa que se passa pela nossa mente é, “não vou conseguir” e de fato, você não consegue. Difícil mesmo é não se deixar levar por esses pensamentos, mas quanto mais você alimentá-los, pior será. Comece se livrando de tudo aquilo que te deixa pesado e que não te agrega em nada. Depois, procure encontrar os lados bons de tudo, de todos os fracassos, de todos os erros e de todas as decepções, sejam amorosas ou profissionais. O passado já passou e o que importa é levar uma vida leve e sem bagagens.

Registre os seus sucessos:

Sempre tem aquele momento especial em que você conseguiu algo que tanto queria, aquele momento de glória e que com certeza fica marcado para sempre na memória. Então, pegue um papel e uma caneta e registre todos esses sucessos que você conquistou, e sempre que se sentir inferior, leia e se recorde de tudo de bom que já lhe aconteceu.

Cuide de você:

Nada melhor que algumas comprinhas para dar um up na autoestima. Tire um momento para você e se cuide. Mude o visual, compre algumas roupas, faça alguma terapia, mas se ame.




Conheça-se a si mesmo:

Todos nós temos defeitos e qualidades, cabe a nós sabermos valorizar o que temos de melhor para oferecer. Trabalhe para engrandecer tudo aquilo que você tem de bom e melhore o que estiver te comprometendo. Seja autoconfiante. Não se deixe levar por pensamentos negativos de que você é pior que alguém. Seja sempre o melhor para você.

Defina os seus objetivos:

É sempre bom planejarmos o nosso futuro e para isso precisamos mudar os nossos hábitos e colocar em ordem as nossas preferências. Por isso, habitue-se estabelecer objetivos e corra atrás para conquistá-los. É muito gratificante provar para nós mesmos que somos capazes de conseguir.

Não deixe nada para depois:

Para quê deixar para amanhã se você pode fazer agora?

Deixe a preguiça de lado e vá cumprir as suas tarefas. Seja limpar a casa, dar uma volta com o cachorro, fazer compras no mercado ou até mesmo fazer um exame de rotina, não deixe passar o dia. Desse jeito você vai ocupar a sua cabeça com coisas que realmente importam, eliminando os pensamentos negativos da sua vida. Como diz aquele ditado popular:

Cabeça vazia, oficina do diabo”, ocupe a sua vida com sentimentos bons e elimine tudo aquilo que não for lhe agregar em nada. Confie em si mesmo e aprenda a valorizar as suas qualidades!

Retirado do site: Eu Sem Fronteiras.

Author: Bruno Andrade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *