Motivação – Como manter e realizar seus planos?

Após observar que demorei duas semanas para escrever este texto (mesmo tendo planejado fazê-lo antes) continuo me perguntando: Por que não conseguimos fazer o que planejamos?

No ano novo fica bem evidente, fazemos uma série de promessas e planejamos o que queremos mudar.

Eu, como toda pessoa noia ou com signo e/ou ascendente em virgem (ascendente no meu caso), faço diversas listas e fico convicta de que realmente dessa vez a mudança vai acontecer (simplesmente esqueço dos anos anteriores em que fiz o mesmo e não deu em nada. A nossa memória é seletiva, saiba, mas isso fica pra outro texto).

Até aí nenhuma novidade, mas o que a ciência diz sobre isso e o que fazer pra mudar? Por que é tão difícil mudar, apesar de nossas boas intenções?




Bom, primeiramente vou falar um pouquinho sobre plasticidade cerebral. Basicamente, quanto mais fazemos algo, melhor o fazemos. Mas o que isso quer dizer, na prática?

Steve Jobs automatizava muitas ações para que seu cérebro pudesse focar no ato de criar. Por isso que ele sempre usava camiseta preta e calça jeans.

Exemplo, se você quer aprender a tocar um instrumento musical, quanto mais você treina, melhor você o toca, mas não é só isso. Quanto mais você treina, mais o seu cérebro entende e quer realizar essa atividade até ela se tornar automática e você não precisar mais se esforçar para fazê-la. É assim que funcionamos para tudo.

O problema é que a plasticidade funciona inclusive, pra você ficar sentando ou deitado no sofá, assistindo à Netflix todo dia e se entupindo de porcaria. Mudanças de estilo de vida exigem ajustes na mentalidade, motivação e intenção.

O cérebro está constantemente tentando poupar energia, por isso a plasticidade. Portanto, para conseguir mudar algo realmente é necessário repetir a ação várias vezes até que se torne um hábito automático, como por exemplo, escovar os dentes.

Como fazer algo requer muita energia e auto controle, inicialmente é preciso se organizar para aquela mudança que é desejada. Exemplo, se você quer parar de comer chocolate, o ideal é não comprar nem ter chocolate em casa, ao menos no início até que não se importe mais de ver o chocolate ali, na sua frente. Portanto organize seu ambiente e espaço para aquilo que quer modificar.

Nesse vídeo abaixo, explico porquê é tão difícil manter e finalizar um projeto ou hábito desejado.





Manter esse novo hábito vai exigir muito esforço. Por isso, resolvi listar algumas dicas para ajudar nesse processo que chamo de processo do meio e que é o mais difícil. Aqui vão elas:

1- Tenha prazos menores. Ao invés de se propor por exemplo, vou perder x kg em um mês, se proponha a perder x kg por semana (tenha uma meta real né, me poupe!).

2- Divulgue os bons resultados. Coloca no face que parou de fumar, faça um stories de como você tá indo bem na academia, torne público as suas pequenas conquistas.

3- Deixe a tarefa inacabada. Deixando a tarefa inacabada, você se forçará a termina-la depois, mesmo que não queira.

4- Mantenha seu projeto constante. Não pare seu projeto porque é fim de semana ou algo do gênero.

5- Pense em como você ajudará as pessoas com a realização desse projeto.

Entenda algo, escorregar é normal e provavelmente vai acontecer com você durante o processo. Não se culpe e não desista. Isso não quer dizer que falhou, apenas que teu cérebro está mudando lentamente. Reconheça os seus progressos e não se culpe pelas falhas pois elas fazem parte. Tenha uma motivação que te move e siga em frente, você pode!

Escrito por Mariana Verzaro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *